Encontros

No dicionário, uma das definições de encontro, é descoberta. É, para mim, a mais precisa. Descobertas sobre os outros e, mais ainda, sobre nós mesmos. Os encontros são o único espelho que nos permitem ver melhor através dos outros. E, encontrar-se pode ser o único caminho para se encontrar. É também o atalho mais curto para a felicidade. Continuar lendo Encontros

Convivendo em Sociedade

Essa frase certamente dispensa explicações e quase dispensa também este texto. Entretanto, visto que eu falava alto no ônibus e essa turma não para de gritar e rir alto no trem, imagino que o tema ainda se faça necessário. Se formos capazes de observar quando nosso comportamento pode causar algum tipo de incômodo aos outros, certamente estaremos no melhor caminho para a convivência em sociedade. Se além disso, pudermos adaptar estes comportamentos de modo a evitar incomodar, seremos pessoas bem educadas e prontas para contribuir para a melhora da convivência entre os seres humanos.
Continuar lendo Convivendo em Sociedade

Garantias, não há

Quando perguntei para uma amiga noiva como ela tinha certeza de que deveria se casar com aquele moço, a resposta foi de que certeza absoluta não dava para ter. Eu tenho cada vez mais certeza, de que certeza mesmo não dá para ter. Vamos fazendo apostas, tentando, errando de vez em quando, escutando o coração quando dá. Se preciso tomar uma decisão, faço planilhas, analiso prós e contras, penso no contexto, no futuro e no passado, medito. Se não tenho uma resposta, respiro fundo e decido, na tentativa de tomar a melhor decisão. Continuar lendo Garantias, não há

Quanto vale ganhar a copa?

Voltamos então à pequena uruguaia que não torce pela vitória de sua seleção. Segundo contou seu pai, ao saber que uma conquista assim poderia levar a morte de pessoas, ela entendeu que não valeria a pena. Para esta criança, a alegria de ver seu time ganhar não tinha mais valor se isso envolvesse sofrimento para os outros. Ela preferia abrir mão do que seria bom para ela, sua família e conterrâneos, pensando em pessoas que certamente nem conhece, nem sabem onde estão.

Continuar lendo Quanto vale ganhar a copa?

Todo mundo tem problema

Escrevo esta crônica, portanto, para dividir com os caros leitores não tão óbvia conclusão: todo mundo tem problemas. Os jogadores de futebol que ganham milhões, a moça que vende balas e está sempre sorrindo, os políticos corruptos, a vizinha loira do segundo andar. Pode ser uma unha encravada, uma família complicada, um passado doído ou um negócio falido. A diversidade é grande e há muitas opções, mas não tenha dúvidas, todo mundo tem aí uns problemões! Continuar lendo Todo mundo tem problema

Do malão à mala de mão: uma história sobre malas

Lívia Alen Há muitos anos, quando eu era adolescente, fui passar um fim de semana na casa dos meus tios. Para a ocasião, levei uma grande bolsa e uma mochila. Meu primo, que me ajudava a transportar a bagagem, questionou o peso da mochila. Eu expliquei que se tratava de um nécessaire e o peso era dos produtos que estavam ali. Ele ficou surpreso, pois … Continuar lendo Do malão à mala de mão: uma história sobre malas

Porque as pessoas casam (a teoria dos domingos)

A teoria só se aplica nos casos em que os assuntos não têm fim, mas os silêncios não são incômodos, onde há encaixes e encantos. O colo do outro deve ser considerado o melhor lugar do mundo. Os jantares chiques são tão deliciosos quanto os miojos em fins de semana de preguiça. O critério mais importante para que a teoria seja verdadeira é que cada um possa ser ele mesmo, inteiro, com defeitos e histórias ridículas e que o outro ao ver toda essa inteireza fique, mesmo assim. Continuar lendo Porque as pessoas casam (a teoria dos domingos)