Sobre amar para sempre

Para sempre é uma expressão que talvez tenha origem nos Contos de Fadas. Os escritores a utilizavam quando achavam que era hora de terminar a história. Escreviam felizes para sempre, seguido da palavra FIM e ponto final. Para sempre, neste contexto, era mais um jeito de chegar ao fim do que de continuar eternamente. Afinal, o depois do para sempre nunca existiu. Em algum momento, … Continuar lendo Sobre amar para sempre

Saudade do que não foi

A saudade mais besta é aquela das coisas que não vivemos. É uma saudade doída do que não foi, mas poderia ter sido. É baseada em memórias do que não aconteceu. É saudade do sonho e daquilo que não se viveu.  É mais pena que saudade. É mais vontade que realidade. É saudade daquela viagem que por alguma razão não pegamos o avião. Daquele emprego … Continuar lendo Saudade do que não foi